Arquivo da tag: relacionamento

Feliz Dia da Fila!


Esse negócio de “DIA DE QUALQUER COISA” é tão bobo.  É gostoso, mas é bobo… Para mim, Dia dos namorados é todo dia! Se vc tem um amor, cultive-o diariamente! Não vale tratar mal e pisar na pessoa o ano inteiro pra chegar hoje e entrar numa fila de um restaurante qualquer e dizer que TEM NAMORADO! Quem tem um namoro saudável provavelmente entende do que eu tô falando…

E se vc não tem, pelo amor de Deus não fica aqui de #solteirodadepressao…

Motivos para não chorar:

1) Se vc tá sozinho pq deu o fora em alguém idiota que vc resolveu namorar vc deveria sair pra comemorar, isso sim!

2) Se vc tá sozinho pq ninguém te quer ao invés de ficar #FOREVERALONANDO vá fazer algo pra MUDAR isso… vale tudo.. comprar roupas novas, mudar o cabelo, engordar ou emagrecer, peeling e até plástica!

3) Se muita gente te quer MAS quem vc quer não te quer volte ao item 2!

4) Se vc levou pé na bunda de alguém que amava muito e tá deprê, pode chorar.. faz parte 😦 mas até o fim do dia volte ao ítem 2!

5) Se você está num relacionamento falido aceite que você vai chorar COM ou SEM ele… então para de insistir no que não dá certo e nesse esse pânico de ficar sozinho, tome as rédeas da sua vida e tenha orgulho de não estar mais “dependente” de alguém que só te faz mal.

Uma coisa que aprendi foi que não adianta se lamentar pra sempre, o mundo não pára pra você se recuperar .. Vá lá e faça algo para MUDAR.

Fim.

PS: Feliz dia, semana, ano, década para todos os apaixonados! 🙂

Um bom vinho para o jantar…

Quem lê as coisas que eu escrevo deve pensar que acho que sou uma expert em relacionamentos.. mero engano, sou tão tonta quanto vocês quando estou envolvida… mas acho que ganho alguns pontos pelo meu poder analítico.

Um dos erros mais comuns das minhas amigas é se envolver com o cara errado já sabendo disso previamente. Porque no fim, a maioria não vale nada, mas saber que o cara é um canalha e mesmo assim ‘investir’ é pedir pra sofrer. Claro que se o cara for um merda e você quiser brincar um pouco, se divertir, é uma coisa, agora tem muita pateta por aí que acha que vai ‘conseguir mudá-lo’, querida, esquece isso… quase nenhum muda, e se for pra ele mudar, nada mais importante do que você esnobando ele e lembrando que ele não vale a pena diariamente… lembre-se os homens são como um bom vinho: todos começam como uvas, e é dever da mulher pisoteá-los e mantê-los no escuro até que amadureçam e se tornem uma boa companhia para o jantar.

Isso soa super escroto, eu sei, mas se formos parar para pensar os homens não estão realmente merecendo isso? Algumas mulheres também… o pior, são aquelas que se desvalorizam e acabam com a reputação da classe toda. Antes eu achava que eu que era estranha, por esperar das pessoas muito mais do que elas podiam oferecer, hoje já penso que tudo bem, minhas expectativas só me arrasam, mas as pessoas só não oferecem mais por acreditarem que ser mediocre é satisfatório.

Sou clichê, faço listinhas…

Hoje é sexta-feira! É um dia onde nos sentimos mais aliviados por ter ‘terminado’ um ciclo: a semana. Sim,

gabrielacaipira

nós humanos precisamos disso para continuarmos, a esperança de recomeçar… Já dizia uma frase bem famosa: Genial o homem que teve a idéia de dividir a vida em anos, recriando as esperanças quando já se está no limite… (algo assim), sim, tudo criação humana!

E nesse fim de semana estarei na fazenda, com festa junina, curtindo um friozinho com os amigos, dormindo todos juntos até a conversa se transformar em ronco, acordando com aquela bagunça que o primeiro sempre faz, curtindo momentos e relaxando… um fim de semana sem internet, celular, sem tecnologia. Vai ser tão bom! ^^

Pode parecer super clichê, mas ontem à noite eu tava pensando no que pode ajudar a um relacionamento a dar certo, especialmente para as meninas (minha experiência) mas não essa não é mais uma listinha de blog, ou é, não sei, mas vai ser feita pela minha experiência (nem tão grande) e observação sobre o assunto… mas calma, não vá vira um robô e ir fazendo check list de tudo… analisa, vê se realmente está de acordo com o tipo de relação que você tem e/ou quer construir:

1 – Ninguém lê seus pensamentos! Sua comunicação está com ruídos? Por que o ser humano cisma em guardar tudo pra si e não dividir seus sentimentos? Converse sobre o que você gosta e o que não gosta, se ele tá afim, vai querer te agradar de certa forma. Além disso, muitas vezes as relações não vão pra frente porque o cara não sabe que ela tá afim, muito menos ela. E ficam num joguinho de quem tem mais poder dentro do relacionamento e acaba em NADA. Pra que? É tão melhor demonstrar o que sente sem medo, se der errado bola pra frente, ele nem valia a pena mesmo, né? Gosta dela? Demonstra…

2 – Isso de demonstrar também não significa grudar e nem de cuidar excessivamente. Mãe é mãe, namorada é namorada. É, isso mesmo, você não é mãe dele, então para de querer controlar tudo da vida do garoto, get a life.

3 – Esse controle me lembra ciúmes. Ok, gosta dele? Normal uma insegurançazinha, um ciuminho aqui e ali. Isso não significa que ele é propriedade sua, nem que você escolhe suas amizades e muito menos que você é mais importante que os amigos dele e as suas rotinas antes do relacionamento.

4 – Aqui é onde aparece o futebolzinho de domingo e aquele chopp com os amigos de terça. Pelo amor de Deus garota, vai sair com as suas amigas. Se ele gosta de você ele te respeita, se não ele vai te trair nem que seja no intervalo para o almoço no escritório. Não adianta. Confia. SIM! Confia… do que adianta namorar com uma pessoa que não confia? Sem confiança não existe nenhum tipo de relacionamento sadio: amor, amizade, etc… .

5 – Cuida de você mulher… enquanto você se preocupa se ele dormiu tarde, está com os amigos ou joga futebol tem um montão de gata se produzindo por aí, não fique para trás. E, além disso, você sabe que te faz bem e se ele não valer a pena, logo, logo aparece outro.

6 – Ok, você já reclamou, e nada… Não gosta de alguma coisa nele? Proponha acordos, dê idéias. De que adianta também aquela chata reclamona ao lado? Aprenda a aceitar as diferenças, vocês não são gêmeos, não pensam igual, não foram criados pelas mesmas pessoas num mesmo ambiente. Para isso use o diálogo.

7 – O que você faz para surpreendê-lo? Todo mundo sabe que a melhor época é o comecinho da relação, por quê? Por que as novidades são diárias e as pessoas estão sempre tentando agradar. Lembre-se, de vez em quando faça algo diferente, tanto no sexo quanto na vida a dois, marque de ir a um lugar diferente, visite os pontos turísticos da sua cidade, vá com ele ao jogo de futebol, não sei, só não caia na rotina, nem na sua vida, nem na de vocês.

8 – Saiba se colocar em seu lugar, ficante é ficante, namorada é namorada, esposa é esposa, qualquer ação que não esteja de acordo além de ridículo vai assustar. Aproveite que cada época tem o seu valor e quando passa sentimos saudade.

9 – Ok, vc nem gosta tanto dele assim, ele que é o grudento… Imponha limites, não deixe que ele te ligua toda hora? Simplesmente não atenda. Ele quer te ver todos os dias e você não quer/pode ? Deixe isso bem claro, mas também deixe claro que não é falta de amor, é seu jeito de ser (mais uma vez, respeitar as diferenças, né?)

10 – Por fim, não esqueça que respeito, confiança, educação, lealdade são a base de qualquer relação.